Stephen Hawking: O Universo em uma Casca de Noz


images2

Os livros de Stephen Hawking de divulgação cientifica voltados para leigos são tudo, menos voltados para os leigos. Quem não tem uma boa base científica não consegue acompanhar nenhum dos livros. O conceito de leigo em física de Stephen Hawking é, com toda certeza, muito diferente do meu.

Mesmo assim eu sempre tento ler seus livros. Todos são considerados clássicos do gênero, desde o mais conhecido “Uma Breve História do tempo” até livros menos pop como “O Grande Design” e “O universo em uma casca de noz” (este último o mais gráfico e digamos, mais voltado para leigos).

Hawking tenta explicar conceitos difíceis de física teórica com o uso mínimo de matemática e ao longo do tempo foi melhorando as abordagens e fazendo uma melhor utilização de gráficos e desenhos explicativos.

Seus livros não se contentam em passar pelos conceitos preliminares, mas sempre abordam o estado atual e de ponta da física teórica.

images images5NNEJG98 imagesDVTN7OSW imagesHLUC151J

Então começamos a ler sobre a “teoria de tudo”, teoria das cordas, conceitos de supergravidade, modelos do universo com 11 dimensões, p-branas, tempo imaginário e uma sucessão de conceitos físico-matemáticos que simplesmente não tenho a menor ideia do que significam.

Mas gosto. Pelo menos tento.

Acima, temos um documentário do físico, escritor e apresentador de programas científicos  Michio Kaku que aborda em uma linguagem bem acessível os conceitos e discussões físico-teoricas dos livros de Stephen Hawking.

E logo abaixo uma entrevista com o próprio Stephen Hawking abordando as grandes perguntas que nos fazemos sobre o universo.

 

E Stephen Hawking pode ser visto em outros posts do blog em uma explicação feita com animação sobre seus conceitos teóricos e também em um debate com o cientista Carl Sagan e com o escritor de ficção científica Arthur C. Clark. 

 

 

Anúncios

Autor: Manuel Sanchez

Leitor compulsivo, amante das viagens e da boa mesa. Sou um sujeito que acredita no charme da simplicidade, que riqueza é ter tempo e que se esforça para passar longe da vulgaridade.

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s