O pensamento filosófico Estóico


estoicismo-portada

O estoicismo foi uma linha do pensamento filosófico grego surgida no século III a.C. Era pensamento central dos estóicos o desenvolvimento do autocontrole, a busca pelo afastamento das emoções destrutivas e a manutenção da vida sem excessos.

O homem sábio é aquele que obedece à lei natural, reconhecendo-se como uma peça na grande ordem e propósito do universo, devendo, assim, manter a serenidade perante tanto as tragédias quanto as coisas boas.

É um erro supor que os estóicos abraçavam a tristeza e o pessimismo, falando apenas de adversidades. Eles defendiam  a serenidade e o controle face às agruras da vida, aceitando os momentos felizes, mas sem os arroubos do excesso.  De certa forma, existe um ponto de contato muito forte entre o estoicismo e o pensamento budista do caminho do meio.

Os estóicos apresentaram a sua filosofia como um modo de vida, e pensavam que a melhor indicação da filosofia de uma pessoa não era o que teria dito mas como se teria comportado.

Entre os mais famosos estóicos da Grécia antiga, encontram-se Sêneca e Epicteto. O imperador romano Marco Aurélio também pode ser incluído nesta lista.

downloadNas obras de ficção, o melhor personagem imbuído da filosofia estóica é o Sr. Spock, da série Jornada nas Estrelas, oriundo do planeta Vulcano no qual seus habitantes abraçam a lógica e o controle emocional, nunca se abalando frente às dificuldades, buscando sempre a calma e a tranquilidade.   

A seguir, selecionei algumas frases das obras de Sêneca, um dos maiores representantes desta filosofia. Percebe-se que o interesse da escola não era a de criar estruturas complexas ou técnicas, mas sim moldar o bom agir do homem, exortando-o para uma autoanálise, para o controle emocional e o respeito à lógica, afastando-se das paixões e excessos.

 

 FRASES DE SÊNECA:

 

É parte da cura o desejo de ser curado.

É válido procurarmos conhecer a que má e penosa servidão nos sujeitamos quando nos abandonamos ao poder alternado dos prazeres e das dores, esses dois amos tão caprichosos quanto tirânicos.

Muitas coisas não ousamos empreender por parecerem difíceis; entretanto, são difíceis porque não ousamos empreendê-las.

Nada é tão lamentável e nocivo como antecipar desgraças.

O homem que sofre antes de ser necessário, sofre mais que o necessário.

Se quer ser amado, ame.

viewSe vives de acordo com as leis da natureza, nunca serás pobre; se vives de acordo com as opiniões alheias, nunca serás rico.

Apressa-te a viver bem e pensa que cada dia é, por si só, uma vida.

É errado quando acreditas em cada um, mas também é errado quando não acreditas em ninguém.

Procura a satisfação de veres morrer os teus vícios antes de ti.

A vida, sem uma meta, é completamente vazia.

Nisto erramos: em ver a morte à nossa frente, como um acontecimento futuro, enquanto grande parte dela já ficou para trás. Cada hora do nosso passado pertence à morte.

Pobre não é aquele que tem pouco, mas antes aquele que muito deseja.

Todos os meus bens estão comigo.

Não te interesses sobre a quantidade, mas sim sobre a qualidade dos vossos amigos.

A virtude é difícil de se manifestar, precisa de alguém para orientá-la e dirigi-la. Mas os vícios são aprendidos sem mestre.

Ninguém se preocupa em ter uma vida virtuosa, mas apenas com quanto tempo poderá viver. Todos podem viver bem, ninguém tem o poder de viver muito.

Felicidade2O homem acredita mais com os olhos do que com os ouvidos. Por isso longo é o caminho através de regras e normas, curto e eficaz através do exemplo.

Ninguém é obrigado a correr pela via do sucesso

A educação exige os maiores cuidados, porque influi sobre toda a vida.

Não é da morte que temos medo, mas de pensar nela.

O início da salvação é o conhecimento da culpa

Uma ira desmedida acaba em loucura; por isso, evita a ira, para conservares não apenas o domínio de ti mesmo, mas também a tua própria saúde.

Cada um é tão infeliz quanto acredita sê-lo.

É grande quem usa vasos de argila como se fossem de prata, mas não é inferior quem usa vasos de prata como se fossem de argila. Uma alma fraca não sabe suportar a riqueza.

Existe muita diferença entre uma vida tranquila e uma vida ociosa.

Se é mesmo verdade o que os sábios nos dizem e se existe um lugar que nos acolhe (depois da morte), talvez o amigo que acreditamos extinto tenha apenas nos precedido.

A vantagem é recíproca, pois os homens, enquanto ensinam, aprendem.

As coisas não são elogiadas porque são desejáveis, mas desejadas porque são elogiadas.

A mulher ou ama, ou odeia; com ela não há uma terceira hipótese.

Os vícios de outrora são os costumes de hoje.

Quando se navega sem destino, nenhum vento é favorável.

Felicidade3

É justamente através dos prazeres que nascem as causas da dor.

Se me apetece rir de um louco, não preciso de ir procurar muito longe; rio de mim mesmo.

Alguns [chefes] são considerados grandes porque lhes mediram também o pedestal.

Os homens que se tornam arrogantes com o sucesso têm o mau hábito de odiarem aqueles a quem ofenderam.

Um atleta não pode chegar à competição muito motivado se nunca foi posto à prova

Dedica-se a esperar o futuro apenas quem não sabe viver o presente.

É preciso dizer a verdade apenas a quem está disposto a ouvi-la.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Comandar não significa dominar, mas cumprir um dever.

Morremos como mortais que somos, e vivemos como se fôramos imortais.

Se um grande homem cair, mesmo depois da queda, ele continua grande.

Não podemos evitar as paixões,mas podemos vencê-las

Conversa com aqueles que possam fazer-te melhor do que és

QUANDO ESTIVERES ISOLADO DO MUNDO, FALES CONTIGO MESMO.
CRITICA A TI MESMO, POIS ASSIM TE ACOSTUMARÁS A DIZER A
VERDADE E A OUVI-LA. TRATA COM MAIOR RIGOR AQUILO QUE TU 
SENTES COMO MAIS DÉBIL NO TEU CARÁTER.

Aprender a viver exige uma vida inteira…

“Não é uma questão de morrer cedo ou tarde, mas de morrer bem ou mal.Morrer bem significa escapar vivo do risco de morrer doente.”

Vê aqueles que elogiam a eloquência, escoltam a riqueza, adulam os benfeitores, louvam o poder? Todos são inimigos, ou podem sê-lo.”

“Busquemos as coisas boas, não na aparência, mas sólidas e duradouras, mais belas no seu interior. Devemos descobri-las. Não estão longe, serão encontradas; apenas se precisa saber quando as encontramos. No entanto, passamos como cegos ao lado delas, tropeçando no que desejamos…”

Poderoso é aquele que é senhor de si mesmo.

A religião é vista pelas pessoas comuns como verdadeira, pelos inteligentes como falsa, e pelos governantes como útil.

O caso é o mesmo em todos os vícios: quer seja o daqueles que são atormentados pela indolência e pelo tédio, sujeitos a constantes mudanças de humor, quer o daqueles a quem agrada sempre mais aquilo que deixaram para trás, ou dos que desistem e caem na indolência. Acrescenta ainda aqueles que em nada diferem de alguém com um sono difícil, que se vira e revira à procura da posição certa, até que adormece de tão cansado que fica: mudando constantemente de forma de vida, permanecem naquela «novidade» até descobrirem não o ódio à mudança, mas a preguiça da velhice em relação à novidade. Acrescenta ainda os que nunca mudam, não por constância, mas por inércia, e vivem não como desejam, mas como sempre viveram. As características dos vícios são, pois, inumeráveis, mas o seu efeito apenas um: o descontentamento consigo próprio.
Este descontentamento tem a sua origem num desequilíbrio da alma e nas aspirações tímidas ou menos felizes, quando não ousamos tanto quanto desejávamos ou não conseguimos aquilo que pretendíamos, e ficamos apenas à espera. É a inevitável condição dos indecisos, estarem sempre instáveis, sempre inquietos. Tentam por todas as vias atingir aquilo que desejam, entregam-se e sujeitam-se a práticas desonestas e árduas, e, quando o seu trabalho não é recompensado, tortura-os uma vergonha fútil, arrependendo-se não de ter desejado coisas más, mas sim de as terem desejado em vão. Eles ficam então com os remorsos de terem assumido essa conduta e com medo de voltarem a incorrer nela, a sua alma é assaltada por uma agitação para a qual não encontram saída, porque não conseguem controlar nem obedecer aos seus desejos, na hesitação de uma vida que pouco se desenvolve, a alma paralisada entre os desejos abandonados. 
Tudo isto se torna ainda mais grave quando, com a repulsa do sofrimento passado, se refugiam no ócio ou nos estudos solitários, que uma alma educada para os assuntos públicos não consegue suportar, desejosa de agir, inquieta por natureza e incapaz de encontrar estímulos por si mesma. Por isso, sem a distração que as próprias ocupações representam para os que nelas andam, não suportam a casa, a solidão, as paredes; com angústia, vêem-se entregues a eles mesmos. 

direito-depressc3a3o

Se o que tens te parece insuficiente, então, mesmo que possuas o mundo, ainda assim serás miserável.

Não há vício que se não esconda atrás de boas razões; a princípio, todos são aparentemente modestos e aceitáveis, só que a pouco e pouco vão-se expandindo. Não conseguirás pôr fim a um vício se deixares que ele se instale. Toda a paixão é ligeira de início; depois vai-se intensificando, e à medida que progride vai ganhando forças. É mais difícil libertarmo-nos de uma paixão do que impedir-lhe o acesso. Ninguém ignora que todas as paixões decorrem de uma tendência, por assim dizer, natural. A natureza confiou-nos a tarefa de cuidar de nós próprios, mas, se formos demasiado complacentes, o que era tendência torna-se vício.

 

Anúncios

4 comentários em “O pensamento filosófico Estóico

  1. toda verdade é APENAS um ponto de vista, tal como este chão, nao era na pangeia (fundo do oceano, magma) , vc.NUNCA entrara 2 vezes num mesmo rio, tudo flui, tudo é liquido (z.bauman), divertamo-nos com nossos vicios (que ja foram virtudes, fumar era chic).Reafirmo-me, ainda, estando sujeito ao cancer de pulmão (terrivel…),alijamento social, taxado de incapaz de se dominar, gastar dinheiro inutilmente etc… do que abdicar de minha sagrada VONTADE de ¨ ser¨ dragao , sendo talvez menos covarde ou mais corajoso de quem nao se arisca assim e aponta desdenhosamento quem o faz.

    Curtir

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s