A Cultura e o meu lar


Nenhum produto da cultura me é estranho; com nenhum deles me identifico 100%, totalmente, e de certo não em troca de me negar outros prazeres.

Sinto-me em casa em qualquer lugar, embora não haja um lugar que eu possa chamar de lar.

– Zygmunt Bauman, em “A Cultura no Mundo Liquido Moderno”

image

Mezzo mezzo…. o primeiro museu de verdade que eu entrei foi o Metropolitan. E depois o MoMa, o Louvre, o Pradro, o Belvedere, o Rusk, o Van Gogh, o Pompidou etc etc etc… se eu pudesse aceitava qualquer emprego em um deles.

Achei meu lar no sentimento que todos esses locais despertaram em mim.
– Manuel Sanchez

Anúncios

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s