Foulcault e a hiperespecialização


image

Foucault, no final dos anos 60, anunciava o fim do intelectual à moda antiga. Para Foucault, os intelectuais têm de renunciar a fazer o que têm feito desde o séc. XVIII, isto é, ” unir em uma mesma mensagem a herança do sábio grego, do profeta judeu e do legislador romano”.

A esse tipo de pensador, Foucault oferece a hiperespecialização: “A figura na qual se concentram as funções e o prestígio deste novo intelectual, não é mais a do escritor genial, é a do erudito integral; não mais aquele que carrega sozinho os valores de todos, mas aquele que detém, juntamente com alguns outros, poderes que podem favorecer ou eliminar definitivamente a vida.”

Anúncios

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s