Filosofia e Cultura Pop: A Ética de Don Corleone em O Poderoso Chefão


9a887d75fed2ffb7b641dbf85b3bffd9

O Poderoso Chefão é o melhor filme de todos os tempos em minha opinião. Na verdade, toda a trilogia é fantástica mas os dois primeiros são realmente especiais.

O personagem mais magnético é, sem dúvida alguma, o patriarca da familia, Don Vito Corleone: um rapaz doente que chega a Nova York na leva de imigrantes italianos, é criado como um sub qualquer nas ruas da metrópole e, ainda jovem, percebe no caminho do crime um meio de ascensão social.

Mas ao contrário dos demais colegas de crime, Vito Corleone percebe o crime não como anarquia ou um processo de rivalidade constante com as forças da ordem ou outras familias criminosas. Para o patriarca, o mundo do crime oferece um processo de acomodação com outras forças de poder até o momento em que uma oportunidade se oferece para eliminar seus desafetos. Desafetos esses que nunca são expressos de forma explicita, mas levados em calmaria até o dia em que as circunstâncias se mostrem favoráveis.

A política de violência nunca é desconsiderada mas, se possível, a troca de favores e a hierarquia com o reconhecimento do respeito tem precedência. Ademais, é colocado em movimento um processo de  aproximação, reconhecimento e  acomodação dos interesses da familia com as forças de ordem do status quo. Não é um personagem que deseja permanecer no submundo. Ele aceita a condição de sombras atuais, mas seu objetivo é levar os interesses da familia para o mundo da politica, obter o respeito social.

godfather-corleone

Vito Corleone tem uma ética consequencialista, pragmática e aristocrática. Tal qual defendido pelo florentino Maquiavel, os fins justificam os meios para o Don: acordos, acomodações, extorsões, assassinatos, chantagens e doações para campanhas politicas. Tudo é válido para a alcançar uma posição de poder e mantê-la. Os atos não possuem um valor intrinseco, mas são avaliados pelas suas consequências. Uma ação de valor é aquela que aumente e mantenha o poder da familia Corleone. O homem é pragmático, faz aquilo que precisa ser feito sem importar-se com o rastro de sangue que isso possa deixar com a única intenção de alcançar seus objetivos pessoais.

O mafioso também é dotado de uma ética aristocrática. Herdeiro de Nietzsche, Vito Corleone analisa o mundo sem qualquer boa vontade com o critério da igualdade. Existem pessoas dotadas de grandeza e outras não, existem pessoas poderosas e outras que foram feitas para obedecer, existem situações onde alguns poucos receberão uma parcela maior das melhores coisas. O mundo é assim e é bom que seja assim. Justiça é sinônimo de entregar maiores porções para aqueles que possuem maiores talentos.

largeNão é tarefa dos melhores ou bem afortunados cuidar dos mais fracos. A mentalidade da justiça social e da igualdade  de divisão dos bens da vida e do poder de decisão apenas favorece os mais fracos que não conseguem impor suas vontades. A mentalidade aristocrática seleciona os fortes e mais bem preparados que como recompensa recebem sempre mais, aumentando a diferença e a distância. Vencedores e perdedores, sem qualquer contemplação de auxiliar ou proteger os últimos. Os fracos servem e obedecem.

Don Corleone tem uma mentalidade tribal, de lealdade ao clã. A obrigação de lealdade encontra repouso na familia. A familia acima de tudo. Ali é o único local onde o fraco merece ser protegido, inclusive quando é um filho mais inepto (alô, Fredo?). E a proteção alcança também os integrantes da familia mais extensa, os agregados, desde que estes reconheçam a hierarquia e a situação de superioridade aristocrática do Padrinho: respeito.  

Abaixo, busquei alguns vídeos na internet demonstrando esses pontos.

Anúncios

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s