Wittgenstein e o problema da linguagem 


A maior parte das proposições e questões que se encontram nas obras filosóficas não são falsas, mas sim sem sentido. Consequentemente, não podemos apresentar respostas a questões deste tipo, mas apenas destacar que elas não têm sentido. A maior parte das proposições e questões dos filósofos surgem da nossa incapacidade de compreender a lógica da nossa linguagem. […] Assim, não é surpreendente que os mais profundos problemas sejam, de facto, inteiramente não-problemas.” 

Wittgenstein, Tractatus (proposição 4.003)

  

Mais sobre Wittgenstein e sua obra clicando neste link

Anúncios

Autor: Manuel Sanchez

Leitor compulsivo, amante das viagens e da boa mesa. Sou um sujeito que acredita no charme da simplicidade, que riqueza é ter tempo e que se esforça para passar longe da vulgaridade.

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s