Crônicas e Afins: O reflexo do convexo 


​O reflexo do convexo

(Manuel Sanchez)


Como já é clichê, no meio da conversa disparam que eu sou alguém que gosta de ficar sozinho. Concordo para mudar de assunto. Às vezes, esse mal entendido é útil. Estimulo. A imagem não me incomoda. Sei que o falso faz parte porque não tenho a arrogância do verdadeiro. Cria-se uma saída rápida quando convém.

Eu sou alguém que adora companhia. E que adora conversar. 

Mas detesto que venham roubar o meu tempo com papos vazios de tons  moralizadores, higienizados, politicamente corretos, absolutos. Castradores. Impondo regras universalizantes. Gente chata que acredita que a vida cabe em tabela.

Para esses, de fato, é melhor manter o reflexo do clichê de isolado. Não são bons para mim e nem eu para eles. Conviver sem mistura. Quando ventam lá fora, me abrigo aqui dentro.

Aos demais, a energia agrega. São bem vindos para o chopp, para o whiskey e os charutos. Para discutir o sentido dessa vida e contar as piadas que geram escândalo. Gente sem linhaça. Que não castram o prazer. Povo sem tabela. Que tambem fogem dos xiitas com seus “ismos”. De tiranos o mundo está cheio. Criaremos nosso espaço de respiro.

Não sei se somos muitos. Mas viajamos acompanhados. Eu gosto de gente. O resto é apenas clichê.

Anúncios

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s