Aforismos de nietzsche, parte 2


1. Quereis um nome para esse mundo? Uma solução para todos os seus enigmas? Uma luz também para vós, os mais escondidos, os mais fortes, os mais intrépidos, os mais da meia-noite? – Esse mundo é a vontade de potência – e nada além disso! E também vós próprios sois essa vontade de potência – e nada além disso!

2. Não é verdade que o meu livro oferece bom aspecto? Mas não haverá poucos que o entendam? São, na realidade, tão obscuros e incompreensíveis os meus escritos? Eu pensava que, ao falar da dor, seria entendido pelos que sofrem. Isto é seguramente certo; mas onde estão os que sofrem?

3. Nenhum vencedor acredita no acaso.

4. Não peço demasiado à vida; não lhe peço abundância supérflua; mas, em troca, espero que nos próximos anos viveremos algo que nos será invejado pelo passado e pelo futuro.

5. Sobra-nos egoísmo. Um egoísmo produzido pelo nosso eterno pensar em nós próprios, e pelo nosso contínuo sofrer por nós próprios, coisas que acabam por dar-nos a sensação de ter cem feridas mal curadas, de tal modo cada movimento nos causa uma dor aguda

6. Procuro somente um pouco de liberdade, de verdadeira atmosfera vital, e defendo-me e revolto-me contra o muito, indizivelmente muito, que me aprisiona.

— Friedrich Nietzsche em Despojos de uma tragédia.

Anúncios

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s