Resenhas dos Livros de 2016 – parte 5


booksingiantpile1-jpeg

Livros, Livros, Livros…. voltamos as baterias e canhões para retomar as resenhas dos livros efetivamente LIDOS (ou revisitados) em 2016.

Fico feliz que já estamos na parte V!

Convido você a conhecer as obras indicadas como também a deixar seus comentários e dicas.

 

o_banquete

  1. O Banquete – Platão

 Provavelmente essa é a obra mais famosa de Platão e praticamente um best seller na categoria das obras filosóficas.

Trata-se de um jantar oferecido por Agatão a seus amigos – entre eles, Sócrates – onde cada um dos convidados oferecerá aos demais sua visão sobre o amor. Platão nos leva a diferentes visões que deixaram  sua marca na história do pensamento.

Em Pausânias encontramos a discussão sobre a luta e a construção histórica dos amores legitimamente aceitos pelo corpo social que poderia estar na boca do movimento LGBT contemporâneo. Com Aristófanes encontramos a narrativa símbolo do amor romântico e dos amantes que se buscam para completar sua alma gêmea. E pelas palavras de Sócrates encontramos a definição do amor platônico: o amor é igual ao desejo; e o desejo é igual à falta. No amor platônico amamos aquilo que não temos. Desejamos apenas o que nos falta. Sempre vejo o amor platônico como um amor triste, que não se regozija com o que tem, que não consegue ser feliz com a situação em que vive ou com o/a amante que está ao seu lado.  

kant-costumes

2. Fundamentação da Metafisica dos Costumes – Kant

A ética é assunto tratado por Immanuel Kant no seu livro “Crítica da Razão Prática”. Mas o próprio Kant indicava que antes se deveria ler a “Fundamentação da Metafísica dos Costumes” como uma obra introdutória e que resumiria os conceitos a serem explorados em detalhes depois na Crítica da Razão Prática. 

Obviamente, se Kant tivesse alguma preocupação em facilitar a vida de seus leitores ele não colocaria um título como “Fundamentação da metafísica dos costumes” que, só para ser explicado, merece um prólogo para explicar o sentido de cada vocábulo do título.

Trata-se de obra fundamental para qualquer um que deseja se aprofundar nas discussões sobre moral e ética, além de ter contato em primeira pessoa com os clássicos. Mas a leitura não é fácil e aconselho muitas leituras de livros explicativos ANTES de pegar a obra de Kant per si.

 

felicidade-desesper

3. A Felicidade Desesperadamente –   André Comte-Sponville

Transcrição de uma palestra ministrada pelo professor Comte-Sponville sobre o conceito de felicidade nas variadas correntes filosóficas do ocidente desde os antigos gregos até os contemporâneos. 

Trata-se de um livro curtinho, de leitura agradável e que nos brinda com alguns insights preciosos sobre as razões do estudo da filosofia.

 

 

 

tempestade

4. A Tempestade – Shakespeare

Foi a última peça do bardo. O mago Próspero foi exilado com sua filha e perdeu o ducado de Milão, vivendo solitário em uma ilha. Através de sortilégios mágicos, consegue atrair para sua ilha todos aqueles responsáveis por sua desgraça e inicia seu programa de vingança que o recolocará na corte e sua filha no trono.

Diferentemente de outros dramas shakesperianos, a Tempestade se encerra de forma pacífica e harmoniosa. Não é o melhor dos dramas do bardo. O discurso final de Próspero, último escrito da última peça do dramaturgo é considerado seu testamento de despedida do público e é realmente lindo de ler. 

 

 

aprender-a-viver5. Aprender a Viver – Luc Ferry

Delicioso manual de filosofia com linguagem simples e direta que se propõe a explicar os paradigmas filosóficos que moldaram o mundo clássico, a Idade Média, a Modernidade e o mundo contemporâneo.

Em cada capítulo o autor nos esclarece os pontos cruciais do pensamento de cada época e como eles proporcionaram a visão filosófica com a qual identificamos os diferentes momentos históricos.

Acredito que é um manual tão bom que deveria ser lido na base de qualquer estudo sobre filosofia. Um dos melhores manuais para iniciantes que tem no mercado, na minha opinião. 

 

 

contra-historia-da-filosofia-volumes-1-5-984601-mlb20359946631_072015-o

6. Contra-História da Filosofia – vol 1 – As sabedorias Antigas – Michel de Onfray

O autor parte da premissa de que a história da filosofia contada usualmente nos manuais e na Academia tem como foco um numero restrito de pensadores e de escolas, deixando ao largo da trilha e no esquecimento uma profusão de filósofos considerados malditos ou que agiam na contramão do paradigma dominante de seu período. São os esquecidos, os vencidos na história da filosofia.

Essa coleção visa resgatar suas idéias e demonstrar que em todos os períodos existiram aqueles que martelavam contra a doxa reinante.   Neste primeiro volume encontramos, entre vários outros,  os estudos sobre Demócrito, Eutífon e Epicuro.

 

 

048-livrosantigos

Nossos outros Posts e Resenhas:

Os posts de 2014 podem ser todos acessados aqui: parte 1, parte 2, parte 3, parte 4, parte 5 e parte 6.

Os livros de 2015 estão na parte 1, parte 2, parte 3, parte 4 e parte 5 .

Em 2016, os livros estão nas parte 1  e parte 2 e parte 3 e parte 4  

São dezenas de livros nos mais diversos temas.

Os posts sobre meus livros preferidos encontram-se aqui: parte 1, parte 2 e parte 3.

`Para quem deseja iniciar-se nos livros de filosofia, indico alguns manuais aqui:  “Manuais de filosofia para iniciantes e curiosos”  e outras  sugestões para a leitura dos textos puros, sem comentadores, podem ser encontradas no link sobre os textos originais dos autores para aprofundamento nos estudos da filosofia, sociologia e psicologia.   

Anúncios

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s