Reflexões ao volante: o início


Pelas minhas contas, eu fico quase 3 horas no trânsito todos os dias.  O que soma umas 60 horas por mês, ou exatos 2 dias e meio ao volante a cada mês apenas no trajeto casa-trabalho-casa.

Convenhamos que é um tempo absurdo. Não vou nem entrar nas questões de stress e qualidade de vida que destroem a saúde das pessoas nas grandes metrópoles, mas eu tento usar esse tempo das mais diversas formas para que não seja um puro desperdício: coloco o noticiário em dia, escuto podcasts, ouço aulas e palestras baixadas da internet e, às vezes, fico debatendo com amigos no whastapp (por áudio, calma!). E nisso vou repassando meu dia, aprendendo algo,  pensando sobre algum problema ou fazendo planos.

Foi dirigindo que tive a idéia de montar esse site 4 anos atrás, por exemplo. Às vezes, é nessa situação que me vem o argumento de uma crônica. E continua sendo ao volante que muitas vezes medito em temas como Deus, morte, doença, amores desfeitos, paternidade; e também os temas mais comezinhos e mundanos como dinheiro, relacionamento com colegas de trabalho etc…

Eu queria dividir alguns desses pensamentos aqui. Não são crônicas, não são resenhas de nenhum autor… apenas pensamentos soltos sobre assuntos aleatórios. É um bate papo mesmo.

Nada parece mais adequado que essa nova seção do blog se chame “Reflexões ao Volante”.

Até a próxima.

Anúncios

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s