Nietzsche e os riscos de crer em uma Verdade absoluta 


“A afirmação de que a verdade existe e nela se extinguem a ignorância e o erro exerce uma das maiores seduções. Admitindo que seja acreditada, a vontade de exame, de investigação, de prudência, de experiência é imediatamente paralisada: pode até passar por criminosa, porque é uma dúvida a respeito da verdade.

A “verdade” é, portanto, mais nefasta que o erro e a ignorância pois paralisa as forças que poderiam servir ao progresso e ao conhecimento. ”

(…)

“É mais cômodo obedecer que examinar; é mais agradável pensar “possuo a verdade” que ver a obscuridade em nosso derredor… acima de tudo: isto tranquiliza, da confiança, alivia a vida, – torna o caráter “melhor” à proporção que a desconfiança diminui. A “paz da alma”, o “repouso da consciência”; são invenções, possíveis somente com a condição que a “verdade” 

— Friedrich Nietzsche em Vontade de Potência.

Anúncios

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s