Fernando Pessoa: a mais formosa morena 


Os versos da minha pena 

Buscam, como o fogo o céu, 

A mais formosa morena 

Que meu coração conheceu.

Por te buscar, minha vida 

Deixei o meu coração 

Por isso ela nem já sente 

E ele já não vive, não.

Teu coração pesa muito 

Na balança do amor; 

Há cousas que muito pesam 

E não têm nenhum valor.
(Fernando Pessoa)

Anúncios

Autor: Manuel Sanchez

Leitor compulsivo, amante das viagens e da boa mesa. Sou um sujeito que acredita no charme da simplicidade, que riqueza é ter tempo e que se esforça para passar longe da vulgaridade.

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s