Espinosa e o inconsciente 


Freud realizou seus estudos clínicos e escritos estabelecendo que nossas ações e pensamentos conscientes são influenciados por processos inconscientes que determinam nossas reações.

Mas essa linha estabelecendo que não somos criaturas tão cartesianas quanto pensamos e não somos tão  guiados pela razão quanto nos gabamos, pode ser recuada aos insights de Nietzsche e, sobretudo, de Espinosa. Apesar de não terem colocado seus estudos em prática com casos clínicos, os dois filósofos estabeleceram de forma bem explícita que o chamamos de consciência e razão são mecanismos secundários de processos mais profundos da nossa mente.

– Manuel Sanchez 

****************************

Disse Espinosa:
“Os homens enganam-se ao se julgarem livres, julgamento a que chegam apenas porque estão conscientes de suas ações, mas ignoram as causas pelas quais são determinados.

 É, pois, por ignorarem a causa de suas ações que os homens têm essa ideia de liberdade. 

Com efeito, ao dizerem que as ações humanas dependem da vontade estão apenas pronunciando palavras sobre as quais não têm a mínima ideia. Pois, ignoram, todos, o que seja a vontade e como ela move o corpo. Os que se vangloriam do contrário, e forjam sedes e moradas para a alma, costumam provocar o riso ou a náusea”

 – Espinosa, Ética II, prop 35, esc

Anúncios

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s