Sugestão de ordem de leitura para Nietzsche


 

Comecei a ler Nietzsche pela ordem errada. Equívoco comum de iniciar pelo livro mais famoso e também o mais embaçado. Recentemente escrevi uma resenha de “Assim falou Zaratustra” onde contei sobre isso e minhas impressões sobre o livro e o autor (clique aqui para ler ).

Várias pessoas perguntam sobre uma ordem razoável para iniciar suas leituras e esse post tem como objetivo auxiliá-las. Ele já havia sido publicado antes, mas eu achei melhor revisitá-lo e alterar um pouco a ordem anterior indicada.

Fica sempre o aviso de que Nietzsche não é um autor que escreve de forma direta. Às vezes um raciocínio é largado no meio para ser retomado páginas depois. Outras ocasiões existem poesias e aforismos no meio de um texto mais longo. Dependendo da obra ele escreve por parábolas. Não existe um compromisso com a didática e o filósofo não está preocupado em pegar ninguém pela mão para ser entendido.

Espera-se que seu leitor esteja disposto a entrar em contato com eixos de pensamento por vezes insensíveis aos padrões de moral costumeiros. Deve-se entender o homem e sua época, com seus insights profundos e seus preconceitos. É uma leitura que coloca o leitor em conflito com suas zonas de conforto estabelecidas pela tradição, mas que também exige filtragem e parcimônia com passagens muitas vezes insensíveis e que desprezam a solidariedade e os avanços democráticos. 

Nietzsche é um elitista: despreza a idéia democrática e afasta-se da multidão. Defende os fortes, é frio com os fracos e humildes, apregoa que o ser humano deve desenvolver-se e ser autosuficiente, despreza transcendências religiosas e grandes ideologias políticas, ensina a viver o presente e a não se conformar com nada menos que uma vida plena (clique nos links para ir aos textos do blog que tratam desses assuntos).  Para ele o ser humano é algo em construção, destinado a se fortalecer, abandonar tradições velhas e criar novos valores abraçando a vida sem muletas metafísicas ou supersticiosas.    

Apesar de seus aforismos serem material farto para memes e fotos coloridas na Internet (e esse blog usa muitas delas também), Nietzsche não é um autor para se conhecer por frases soltas e sem contexto. Aliás, já escrevi sobre os perigos da idiotização da armadilha dos memes neste post.  

Vamos começar pelas obras menos viajantes e mais didáticas e seguir para o mais complicado e enigmático.

1. Crepúsculo dos Ídolos (principalmente o capítulo “O problema Sócrates” que deveria ser a primeira leitura na obra do autor e já deixa claro aquilo que Nietzsche vai combater em todos os seus livros) 

2. Para além do bem e do mal

3. Vontade de Potência

4. A Gaia Ciência  

5. Humano demasiadamente Humano (parte I e II) 

6. Genealogia da Moral 

7. O anticristo

8. Aurora

9.  Ecce hommo  

10. Assim falou Zaratustra (a obra-prima de Nietzsche mas escrito em parábolas, simbolismos e que exige do leitor um conhecimento prévio de seu raciocínio)

Boas leituras
Manuel Sanchez

Anúncios

Autor: Manuel Sanchez

Leitor compulsivo, amante das viagens e da boa mesa. Sou um sujeito que acredita no charme da simplicidade, que riqueza é ter tempo e que se esforça para passar longe da vulgaridade.

10 comentários em “Sugestão de ordem de leitura para Nietzsche”

    1. Rubens, eu acredito que nós devemos ler sempre esses monstros do pensamento, cada um com sua ideologia e maneira de ver o mundo. Platão e Aristóteles, por exemplo, apesar de professor e pupilo tinham visões totalmente diferentes. Nietzsche por sua vez despreza o pensamento platônico e possui uma visão de mundo completamente agressiva. Não tem ordem para le-los, não se trata de ordem cronológica porque não são evoluções. São homens diferentes com pensamentos diferentes e com os livros temos a chance de conversar com os mesmos , séculos ou milênios após sua morte

      Curtir

  1. Gostaria de te agradecer pela bela ajuda. Estarei indo a livraria hoje e já tenho um norte mais esclarecido pela sua opinião. Salvei o blog para abrir automaticamente, pois gostei muito da proposta. Quando tiver mais embasamento para ter uma opinião sobre os livros, virei aqui =D

    Curtido por 1 pessoa

  2. Eu indico Humano, demasiado humano como a primeira obra didática. 2 Gaia . 3 ZARATUSTRA. 4 Crepusculo dos idolos. 5 Depois Além do bem e do mal e genealogia da moral. Mas o mais interessante é ler especialistas da obra. Existem dois Nietzsche nessas obras, o mais intenso começa com Gaia ciência, período em que ocorre Zaratustra e Além do bem…

    Curtido por 1 pessoa

Gostou? Tem uma opinião diferente? Fale conosco e deixe seu feedback

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.