Blade Runner – Trailer dos anos 40

 

Esse trailer reimagina o filme Blade Runner como um autêntico filme Noir dos anos 40.

Já abordei minha paixão sobre esse filme neste post, onde abordo a diferença entre o filme e o livro.

O lindo monólogo das lágrimas na chuva pode ser visto aqui.

Anúncios

Blade runner: Roy Batty – O escravo rebelado 

Momentos antes de morrer, o replicante Roy Batty disse a Deckard enquanto chovia:

I’ve seen things you people wouldn’t believe. Attack ships on fire off the shoulder of Orion. I watched c-beams glitter in the dark near the Tannhäuser Gate. All those moments will be lost in time, like tears in rain. Time to die.
Eu vi coisas que vocês não imaginariam. Naves de ataque em chamas ao largo de Órion. Eu vi raios-c brilharem na escuridão próximos ao Portão de Tannhäuser. Todos esses momentos se perderão no tempo, como lágrimas na chuva. Hora de morrer.

(Roy Batty, o replicante, no fim de sua busca por vida e respostas)

 

Na versão cinematográfica, o detetive e Blade Runner Deckard aborda seus últimos pensamentos sobre sua luta e perseguição a Roy Batty. Infelizmente o monólogo foi retirado da versão do Diretor do filme.

“Eu não sei porque ele salvou a minha vida. Talvez naqueles últimos momentos ele amava a vida que ele jamais teve.

Não apenas a sua vida – a vida de qualquer um , a minha vida.

Tudo o que ele queria eram as mesmas respostas que o resto de nós quer:

De onde foi que eu vim? Para onde vou? Quanto tempo eu tenho? Tudo que eu podia fazer era sentar lá e vê-lo morrer.”

(Rick Deckard, no filme Blade Runner após a morte do replicante Roy Batty)

 

 

Leia também meu post sobre as diferenças entre o filme e o livro Blade Runner, sobre andróides e sua humanidade,  clicando neste link.