Consequências das luzes 

Cicuta (Sócrates). Fogueira (Giordano Bruno). Perseguição (G. Ockham). Condenação (Newton). Excomunhão (Espinosa). Prisão (Sade). Censura (Kant). Impedido de lecionar (Hume). Loucura (Nietzsche). E tantos outros.

Anúncios

Bukowski: rejeições 

não se preocupe com rejeições, parceiro.

fumei 25 cigarros esta noite

e você sabe sobre a cerveja.

o telefone tocou apenas uma vez:

era engano.(No livro: O amor é um cão dos diabos.)

 

Se eu morresse agora, ninguém verteria uma lágrima em todo o mundo. Não que precisasse disso. Mas era estranho. Até onde um trouxa pode ficar solitário? (No livro: Pulp)

 

O melhor é esquecer de tudo, quando uma mulher se volta contra você. Elas podem te amar um tempo; mas um dia dá um click, e, então, veem você morrendo atropelado na sarjeta e ainda cospem em cima. (Do livro Mulheres)

Nietzsche: os erros dos homens 

Os Quatro Erros

A educação do homem foi feita pelos seus erros: em primeiro lugar, ele nunca se viu senão imperfeitamente; em seguida, atribuiu-se qualidades imaginárias; em terceiro, sentiu-se em relações falsas diante da natureza e do reino animal; em quarto, nunca deixou de inventar tábuas do bem sempre novas e tomou cada uma delas durante um certo tempo como eterna e absoluta, de tal maneira que o primeiro lugar foi ocupado sucessivamente por este ou aquele instinto ou este ou aquele estado que enobrece esta apreciação. 

Ignorar o efeito destes quatro erros é suprimir a humanidade, o humanitarismo e a «dignidade humana». 

Friedrich Nietzsche, in ‘A Gaia Ciência’