Newton: buscando a verdade

Não sei como pareço aos olhos do mundo, mas eu mesmo vejo-me como um pobre garoto que brincava na praia e se divertia em encontrar uma pedrinha mais lisa uma vez por outra, ou uma concha mais bonita do que de costume, enquanto o grande oceano da verdade se estendia totalmente inexplorado diante de mim.

E se enxerguei mais longe foi porque subi sobre os ombros de gigantes.

– Isaac Newton

Abaixo: Newton, de William Blake

Anúncios

Pérolas de Machado de Assis: Da beleza no afeto

❝ As pessoas valem o que vale a afeição da gente, e é daí que mestre Povo tirou aquele adágio que quem o feio ama bonito lhe parece.”

— Machado de Assis, no livro “Dom Casmurro”