Leandro Karnal: o valor dos livros e do pensamento autônomo 

Anúncios

O poder da leitura 

​”Quando lemos romances, não somos o que somos habitualmente, mas também os seres criados para os quais o romancista nos transporta. 

Esse traslado é uma metamorfose: o reduto asfixiante que é nossa vida real abre-se e saímos para ser outros, para viver vicariamente experiências que a ficção transforma como nossas. Sonho lúcido e fantasia encarnada, a ficção nos completa – a nós, seres mutilados, a quem foi imposta a atroz dicotomia de ter uma única vida, e os apetites e as fantasias de desejar outras mil.

Esse espaço entre a vida real e os desejos e as fantasias, que exigem que seja mais rica e mais diversa, é preenchido pelos livros de ficção.”

Mario Vargas Llosa