Sartre, sobre os muitos fins

image

Um amor, uma carreira, uma revolução: outras tantas coisas que se começam sem saber como acabarão.
Jean-Paul Sartre

Anúncios

Sartre e a omissão consciente

12274398_542608195917652_697418367033387745_n

Nosso Blog já abordou a filosofia do existencialismo de Sartre nos textos localizados nos links “O existencialismo e o sentido da vida” e  “O existencialismo e as limitações da liberdade“.

Segundo Sartre, somos irremediavelmente responsáveis por nossas vidas. Mesmo nos casos de violências, traumas e impactos horriveis, somos em última análise os responsáveis pela forma como reagiremos e nos comportaremos em relação aos eventos. Não temos a capacidade de influenciar em inúmeros eventos, mas somos obrigados a conviver com suas consequencias e por decidimos como agir. Mesmo nas omissões e nos silêncios, estamos exercendo escolhas: nossas escolhas. 

Convido os leitores a acessarem os textos e comentarem sobre o que pensam. 

sartre

Eu Quero. Eu Posso. Mas eu devo?

“Porque tudo me é lícito, mas nem tudo me convém.”
Apóstolo Paulo, na Epístola aos Coríntios

“Tudo aquilo que não puder contar como o fez, não o faça.”
Immanuel Kant

11220828_504674466377692_2728399229039180176_n