William Blake e o caminho do exagero 

Aqueles que reprimem o desejo assim o fazem porque o seu desejo é fraco o suficiente para ser reprimido.

Nunca saberás o que é suficiente enquanto não souberes o que é mais que suficiente.

O caminho do excesso conduz ao palácio da sabedoria.

Exuberância é beleza.

– William Blake, o último dos magos.

 

Para saber mais sobre a vida e a obra de Blake, acesse nosso post aqui.

Para Blake e sua influência no terror scifi, acesse aqui.

Para as ilustrações de Blake para a Divina Comédia, este é o caminho.

Anúncios

Fernando Pessoa: a mais formosa morena 

Os versos da minha pena 

Buscam, como o fogo o céu, 

A mais formosa morena 

Que meu coração conheceu.

Por te buscar, minha vida 

Deixei o meu coração 

Por isso ela nem já sente 

E ele já não vive, não.

Teu coração pesa muito 

Na balança do amor; 

Há cousas que muito pesam 

E não têm nenhum valor.
(Fernando Pessoa)

Bukowski: a mais linda da cidade

Das 5 irmãs, Cass era a mais moça e a mais bela. E a mais linda mulher da cidade. Mestiça de índia, de corpo flexível, estranho, sinuoso que nem cobra e fogoso como os olhos: um fogaréu vivo ambulante.

Espírito impaciente para romper o molde incapaz de retê-lo. Os cabelos pretos, longos e sedosos, ondulavam e balançavam ao andar. Sempre muito animada ou então deprimida, com Cass não havia esse negócio de meio-termo.

Segundo alguns, era louca. Opinião de apáticos. Que jamais poderiam compreendê-la. Para os homens, parecia apenas uma máquina de fazer sexo e pouco estavam ligando para a possibilidade de que fosse maluca.

E passava a vida a dançar, a namorar e beijar. Mas, salvo raras exceções, na hora agá sempre encontrava forma de sumir e deixar todo mundo na mão.”
Bukowski, em Crônica de um Amor Louco

image