Frases ferozes de Oscar Wilde 

Pouca sinceridade é uma coisa perigosa, e muita sinceridade é absolutamente fatal.

Quando eu era jovem, pensava que o dinheiro era a coisa mais importante do mundo. Hoje, tenho certeza

Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe.

A melhor maneira de começar uma amizade é com uma boa gargalhada. De terminar com ela, também.

A forma de governo mais adequada ao artista é a ausência de governo. Autoridade sobre ele e a sua arte é algo de ridículo.

As mulheres existem para que as amemos, e não para que as compreendamos.

Os homens ficam terrivelmente chatos quando são bons maridos, e abominavelmente convencidos quando não o são.

Todo mundo é capaz de sentir os sofrimentos de um amigo. Ver com agrado os seus êxitos exige uma natureza muito delicada.

Devem-se escolher os amigos pela beleza, os conhecidos pelo caráter e os inimigos pela inteligência.

O homem é um animal racional que perde sempre a cabeça quando é chamado a agir pelos ditames da razão.

Aqueles que não fazem nada estão sempre dispostos a criticar os que fazem algo.

Neste mundo, há apenas duas tragédias: uma a de não satisfazermos os nossos desejos, e a outra a de os satisfazermos.

A única coisa a fazer com os bons conselhos é passá-los a outros; pois nunca têm utilidade para nós próprios.

Não existem livros morais ou imorais. Os livros são bem ou mal escritos.

O natural também é uma pose.

As boas intenções têm sido a ruína do mundo. As únicas pessoas que realizaram qualquer coisa foram as que não tiveram intenção alguma.

Posso resistir a tudo, menos à tentação.

Raramente a verdade é pura, e nunca é simples.

Não me diga que concorda comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado.

(Oscar wilde)

Anúncios

Abujamra declama “Loucos e santos” de Oscar Wilde”

Grandes frases grandes livros: oscar Wilde 

​”Seu olhar caiu sobre o livro amarelo que lorde Henry lhe enviara.  O que seria isso, perguntou-se (…) após alguns minutos, estava absorto. Era o livro mais estranho que já havia lido. Parecia que em vestes refinadas, e ao som delicado de flautas, os pecados do mundo desfilavam, em silêncio diante dele. Coisas com que havia sonhado de modo vago tornava-se mais reais para ele. Coisas que jamais imaginaria eram-lhe reveladas. “


O RETRATO DE DORIAN GREY

Oscar Wilde 

Abaixo: William Blake

Grandes frases grandes livros: de profundis 

“O verdadeiro tolo, de quem os deuses zombam e a quem tentam destruir, é aquele que não se conhece a si próprio. 

Durante muito tempo eu fui um deles. Certamente tu também: deixa de sê-lo. Não tenhas medo. O supremo pecado é a superficialidade.”

Oscar Wilde, na obra De profundis