Batman: por que nós caímos?

Batman e Robin em uma tensa conversa de mestre e pupilo, pai e afilhado.

“- Why do we fall, Dick? We fall so we can learn to get back up.
– No, that’s not true. We fall because someone pushes us. We get up to push back.”

“- Por que nós caímos, Dick? Caímos para aprender a nos levantar novamente.

– Não, não é verdade. Nós caímos porque alguém nos empurra. Nós nos levantamos para dar o troco.”

Anúncios

Batman: Animações Indispensáveis

Batman_102813_1600

Eu aprendi a ler com uma revista em quadrinhos nas mãos. 

Os anos passaram, os cabelos brancos começam a despontar mas o gosto pelo herói mascarado continua intacto. Principalmente nas versões mais psicológicas do personagem que exploram o seu caráter mais perturbado, niilista, com um código de ética espartano e sem concessões.

Tim Burton trouxe o herói ao cinema no fim dos anos 80 com um visual escuro e gótico. A ótima trilogia de Batman de Christopher Nolan trouxe um personagem em uma mundo de visual mais naturalista e  realista. E o universo conjunto da DC comics no cinema não se decidiu se apresentava  um Batman traumatizado e violento (Batman vs Superman) ou um herói tolo e piadista (Liga da Justiça).

Nas animações longa metragem, o homem morcego também apareceu em bons momentos e histórias interessantes que valem a pena de serem conhecidas pelos ótimos roteiros, dignos de serem adaptados para a tela grande. 

 

1) Batman: The Dark Knight Returns(2012)

Baseado na clássica série em quadrinhos de mesmo nome, lançada originalmente em 1986.

Frank Miller reescreveu o personagem, tornou-o palatável para uma audiência adulta, introduzindo níveis psicológicos até então inexistentes nas Hqs de heróis que, a partir de então, passaram a ser copiados por todos os títulos. Provavelmente esta foi uma das Hqs mais importantes dos anos 80 e mereceu uma justa adaptação em animação.

Um herói atormentado, com vários anos além da meia-idade,  graves sentimentos de culpa, tendências suicidas, maníaco e obcecado que estava aposentado há vários anos e decide voltar a ação. Enjaulado em seus próprios traumas e dificuldades da idade, esse Batman tem novas lutas.

Algumas cenas e diálogos desta história, especialmente o confronto final entre Batman e o SuperMan serviram de inspiração para o filme Batman vs. Superman. 

Infelizmente, em 2001 decidiram mexer no clássico absoluto de Batman nos quadrinhos e o mesmo Frank Miller escreveu o dispensável “The Dark Knight Strikes Again”, um lixo. Repetiu a dose em DK-III, também dispensável. 

 

2) Batman: Ano Um (2011)

Após o estrondoso sucesso de “Batman Dark Knight Returns”, contando o que seria o epílogo definitivo de Batman fechando o seu ciclo,  a DC Comics decidiu repetir a dose e em 1987 Frank Miller retorna para escrever o início da atividade do homem morcego com  “Batman: Ano Um”; com traços de  de David Mazzuchelli.

Aqui os autores visitam o primeiro ano de ação do personagem. Inseguro, falho, calculando mal muitas de suas ações e aprendendo com seus erros.

A série imprimiu o que seria o tom a ser copiado por todos os outros autores que passaram a recontar a gênese de inúmeros  personagens nos anos 80 e 90.

O longa metragem também faz justiça ao roteiro original dos quadrinhos. Essa história serviu de base para o estilo mais sério e taciturno da origem de Batman contada no cinema na trilogia de Christopher Nolan.

 

3) Piada Mortal (2016)

Escrita por Alan Moore, o quadrinho de “A Piada Mortal”  é uma história emblemática e reestruturante da relação doentia e perversa que existe entre o Coringa e Batman.

O palhaço está nas ruas de Gotham e em mais um de seu surtos, desejando mostrar que todos nós estamos a apenas um passo da loucura, bastando apenas um dia ruim na vida de qualquer um.

O novo tom dado à relação entre os personagens foi seguido por todos os autores dos quadrinhos do homem-morcego e no cinema está muito bem representado no filme Batman – The Dark Knight, a segunda parte da trilogia Nolan. 

Voltando à animação de “Piada Mortal”, a versão em película despertou reações contraditórias do público por ter inventado um plot secundário para a Batgirl, destoando do restante da história inicial dos quadrinhos; e por fim criou uma relação de cunho sexual entre Batman e BatGirl, desagradando a muitos fãs pela gratuidade da cena.

Parecem dois desenhos justapostos: na primeira parte temos uma historieta de Batgirl e uma relação sexual totalmente destoante dos personagens; na segunda parte finalmente encontramos a história de Piada Mortal. Vale a pena conferir pela segunda parte, mas de fato o ideal neste caso é ficar com o clássico nos quadrinhos.

 

4) Batman – The Animated Series

Para quem ainda não conhece fica a dica de dedicar algumas horas para mergulhar nos episódios da ótima série de animação de Batman dos anos 90.

Os roteiros são infantis, mas o clima noir charmoso e os personagens bem caracterizados justificam uma olhada. São quatro temporadas trazendo desde o trabalho solo de Batman até a introdução dos ajudantes Robin e Batgirl.

 

5) Batman and Superman – Wolrd´s Finest

Esse desenho longa metragem na verdade é a junção de um arco de história que percorreu três episódios da série animada de Superman.

No longa, temos o encontro de Batman e Superman, inicialmente como rivais e posteriormente como aliados. Esse tema já atravessou décadas de adaptações nos quadrinhos e chegou nos cinemas com o filme Batman vs Superman.

O encontro também vale a pena de ser visto neste  desenho animado com um roteiro enxuto e um clima noir.  

6) Batman: Under the Red Hood

Um novo e psicótico vilão se aventura nas ruas de Gotham City. E dessa vez é alguém do passado de Batman. Adaptação nos desenhos animados do famoso e polêmico  arco de história envolvendo Jason Todd como o segundo Robin, sua captura pelo Coringa e um dos momentos mais importantes do cânon do homem morcego: a morte de Robin após sua tortura pelo Palhaço do Crime.

Frases de Calvin e Haroldo

1538838_755743727787671_1250333020_n

Calvin e Haroldo são os personagens de tirinhas mais encantadores que eu conheço.  Durante 10 anos a dupla habitou diariamente as páginas de jornais do mundo inteiro com suas tiradas delicadas e engraçadas, entre o sutil e surreal. 

Atrás das aventuras desmioladas e hiperativas de Calvin e de seus alteregos o astronauta Spiff e o herói mascarado EstupedoMan, encontramos pensamentos profundos sobre a vida, relacionamentos e família.

Nunca me canso de encontrá-los, página após página.

1425338_581931221862710_427667981_o

* “A infância é curta e a maturidade é eterna.”

* “Nós estamos tão atarefados olhando com que está a nossa frente, que não temos tempo de aproveitar onde nós estamos.”

* “Bom de má vontade, mas bom de qualquer maneira.”

* “A vida fica bem mais fácil se você mantiver as expectativas de todo mundo baixas.”

* “A vida é cheia de surpresas, mas nunca quando você precisa de uma.”

calvinhobbes_2_big
* “Se todas as coisas boas durassem para sempre, você saberia como são importantes?”

* “A matemática não é uma ciência, mas uma religião, pois os números se transformam como num milagre, e você simplesmente tem que aceitar.”

* “Não sou burro, sou um depósito de informações inúteis”

* “Não há nenhum problema tão terrível ao qual você não pode adicionar um pouco de culpa e fazer ele ficar pior.”

* “O mundo não é justo, eu sei, mas por que ele nunca é injusto a meu favor?”

* “Às vezes eu penso que o sinal mais forte da existência de vida inteligente em outra parte do universo, é que eles nunca entraram em contato conosco.”

t_8d7c2cf7-cdaa-44a0-abcb-3be5c6b70ad9
* “Dinheiro! Ha ha ha! Estou rico! Estou rico! Eu posso comprar qualquer um! O mundo é meu! Poder! Amigos! Prestígio!”
– Quando ele ganha a primeira mesada, uma moeda.

* “Nada ajuda um mau humor como espalhá-lo”

* “É difícil ser religioso quando certas pessoas nunca são incineradas por relâmpagos.”

* “Quando se é sério a respeito de se divertir, nunca é muito divertido.”

* “Faça o que tem que fazer e deixe os outros discutirem se é certo ou não.”

* “O segredo é quebrar os problemas em pequenos pedaços administráveis. Se você lidar com eles, termina antes de saber disso.”

* “Um pouco de grossura e desrespeito pode elevar uma interação sem sentido para uma batalha de desejos e adicionar drama a um dia de tédio.”

* “Se você se preocupa, você só se desaponta o tempo todo. Se você não se preocupa, nada importa, então você nunca se perturba.”

stupendous

* “Não interessa se você ganha ou perde. E sim como se joga o jogo.”

* “Se nós não pudéssemos rir das coisas que não fazem sentido, nós não poderíamos reagir a muitas coisas da vida.”

* “É muito mais divertido culpar as coisas em vez de arrumá-las.”

* “Eu tentei ser uma pessoa de cabeça aberta,… mas meu cérebro fugiu!”

* “A emoção da caça fica muito menor quando a presa tem pernas curtas”

* “Para estragar o prazer, nada como descobrir que foi educativo.”

* “Os melhores presentes não vêm em caixas.”

* “Se a sua segurança emocional depende de satisfazer um desejo que você não tinha antes de ler o anúncio, vá em frente.”
calvin-e-haroldo-direito-inalienavel

* “Esses dias de verão passam rápido, não é? Pena que a rotina diária de ter que ganhar a vida tenha que te impedir de apreciar estes momentos sublimes da vida.”

* “Nós devíamos consertar o nosso planeta antes de sairmos mexendo nos planetas dos outros”

* “Calvin, vai fazer alguma coisa que você odeia!, ser miserável constrói o caráter”

* “Descobri minha missão na terra: fazer com que as pessoas façam a minha vontade. Assim que todos enxergarem isso viveremos em paz.”

nova

* “Eu não faço questão de ser aceito, se eu for só ignorado pra mim já está bom”

* “Oh, Divindade do entretenimento passivo, derramai sobre mim suas imagens conflitantes em velocidade tal que torne o raciocínio impossível.”
– Calvin, para uma televisão”

* “O problema das pessoas é que elas são apenas humanas.”

* “Os desapontamentos da vida são mais difíceis de encarar quando você não conhece nenhum palavrão.”

calvin3
* “Eu sei que a vida é uma jornada, mas eu estou cansado de perder tempo no trânsito.”

* “Eu perdi apenas um jogo idiota, meu espirito continua invencível”

* ” Não é porque ele distribui presentes de graça que vai justificar sua incompetência….”
– Quando o Calvin escreve para o Papai Noel, pedindo um foguete atômico e ganha 2 meias e uma camisa.

* “Os únicos conhecimentos que eu tenho paciência de aprender são aqueles que não têm uma real aplicação na vida.”

* “Você sabe que vai odiar uma coisa quando não querem lhe dizer o que é!”

* “Eu sou um líder natural! Sou do tipo que comanda! O problema é que ninguém quer ir pra onde eu quero levar…”

nova2
* “Eu já não sei mais do que eu quero! Eu gostava mais das coisas quando eu não as entendia!”

* “É mais fácil pedir perdão do que permissão.”

* “O problema com o futuro é que ele continua se transformando no presente.”

* “Nada como a pressão do último minuto”

* “Como soldados matando uns aos outros resolvem os problemas do mundo?”

* “Acho que os adultos só fingem que sabem tudo!”

* “A vida é como topografia, Haroldo. Há picos de felicidades e sucessos… pequenos campos da chata rotina… e vales de frustrações e fracassos…”

* “O segredo da felicidade é a estupidez de auto interesse a curto prazo”

* “Eu sou uma pessoa simples…mas de gostos complexos”

* “Você não chega a ser mãe se não puder resolver tudo”

* “Nada é ruim o suficiente que não possa piorar”

Calvin (1)

* “Se você faz o trabalho ruim o bastante, às vezes não lhe pedem para faze-lo novamente.”

* “A força para mudar o que eu posso, a inabilidade para aceitar o que eu não posso, e a incapacidade para perceber a diferença.”

* “Uma boa camiseta transforma o usuário num outdoor corporativo ambulante.”

* “Sabe como Einstein tirava notas ruins quando criança? Bem, as minhas são ainda piores!”

* “Sei lá, parece que quando as pessoas crescem, elas não fazem idéia do que seja legal.”

* “O mundo não seria tão ruim se pudéssemos sair dele de vez em quando…”

calvin-110
* “Duvido que a minha cobiça por presentes seja maior do que a minha vontade de me comportar mal”

* “Nunca consigo fazer todo o ‘Nada’ que quero””

* “A vida é bem mais divertida quando você não é responsável pelos seus atos”.

 

Contradições do Mundo em Painéis

Os painéis de Pawel Kuczynski são repetidos ao longo da internet em inúmeros sites. São desenhos que falam por si das contradições do mundo moderno. Cada um pode dar origem a um longo debate e se você não concorda com o pensamento subjacente nas imagens, é impossível não concordar que são altamente criativos.

994-620x 1088-620x 1305-620x1861-620x 2271-620x 2844-620x3204-620x 4159-620x 5125-620x 11135-620x 12103-620x 264184_502049143157003_1021007295_n-620x 380712_400888633273055_1393352173_n-620x 393121_400888443273074_63734520_n-620x 407995_381920358503216_906334611_n-620x432185_381920568503195_147642264_n-620x564694_789379447757303_1240845407_n-620x1782105_778429402185641_418958319_n-620x