Bukowski e o Nada que tudo consome

12316227_549955125182959_7033226991228365000_n

“Somos finos como papel.

Existimos por acaso entre as percentagens, temporariamente.

E esta é a melhor e a pior parte, o fator temporal. E não há nada que se possa fazer sobre isso. Você pode sentar no topo de uma montanha e meditar por décadas e nada vai mudar. Você pode mudar a si mesmo para ser aceitável mas talvez isso também esteja errado. Talvez pensemos demais. Sinta mais, pense menos.”

Bukowski, em O capitão saiu para o almoço e os marinheiros tomaram conta do navio.

Anúncios

Grandes Frases, Grandes Livros: Bukowski, “O capitão saiu para o almoço….”

“Gosto da forma com que os filósofos destroem os conceitos e as teorias que os precederam. Isso tem acontecido há séculos. Não, não é assim, dizem. É desse jeito. Isto continua sem parar e parece lógica, esta continuidade.

O principal problema é que os filósofos devem humanizar sua linguagem, torná-la mais acessível, então os pensamentos se iluminam mais, ficam ainda mais interessantes.

Acho que estão aprendendo a fazer isso. A simplicidade é essencial. “

Bukowski,

em “O capitão saiu para o almoço e os marinheiros tomaram conta do navio”.

8b74ad9781e8550076041dbc49ef7219

Incrivel essa frase! E junta um dos meus escritores favoritos com um dos meus assuntos favoritos: a filosofia. E desse mix de pensamentos, sai  a maneira que eu acho que o conhecimento tem que ser passado para as pessoas: de forma simples!

Não adianta ser esotérico, metafísico, inescrutável… isso para mim não é profundidade. É falta de clareza. E se você tenta se comunicar de maneira que intencionalmente não se faça entender, a troca perde todo o sentido.

Especificamente sobre o estudo da filosofia e manuais claros para os espíritos curiosos, o Blog fez uma seleção que pode ser conferida nesse link. Boas leituras.  

12227194_540359899475815_8399755197625659538_n

Poesia na Vida: Bukowski, coisas de casal

11403330_494694484042357_169347685646516036_n

“Beijando-me e Levando-me para longe” – Bukowski

Não importa o quanto eu queira fugir, fingir que não mexe comigo, fazer-me de distante… abro um livro e BUM! lá vem o velho Buck certeiro no peito.  

Como eu já disse antes, são as sincronicidades…

 

“Mulheres vão…”, de Bukowski

img_5507_copy-300x204

“mulheres vão para homens que são porcos
mulheres vão para homens com almas mortas
mulheres vão para homens que trepam pessimamente
mulheres vão para sombras de homens
mulheres vão

vão porque precisam ir
pela ordem das coisas
as mulheres sabem mais
mas muitas vezes escolhem na
confusão e desordem.

elas podem curar com seu toque
elas podem matar o que tocam e
eu estou morrendo

mas não estou morto
ainda.”

Charles Bukowski